Terapia política. Introspecção psicossocial. Análise simbólica.

25 abril 2006

[242] Foto oficial

Aníbal Cavaco Silva, 4.º Presidente da III República

4 comentários:

Lord Poseidon disse...

Não gosto dele. Não tem perfil de presidente. Tem sim um de labrego ou de um vendedor de esquina. E posso dizer se a esquerda tivesse desistido em favor do Manuel Alegre não era esse idiota e burro que lá estava.

Núncio disse...

Poseidon,

hesitei em publicar este comentário.
Está muito ofensivo: "labrego", "idiota", "burro"?!
Chamar isso ao Chefe do Estado?! Ou o Presidente da República só é bom quando tem a nossa côr partidária?
Em dia de Liberdade, conviria lembrar que não há liberdade de expressão sem responsabilidade nem respeito pelo outro. Como se sentiria se esses epítetos lhe fossem dirigidos? E esquece-se que não é o PR que está directamente a insultar, mas o povo português que o elegeu? Ou a democracia só é útil quando estamos do lado da maioria?
Pense nisto...

Lord Poseidon disse...

Não é a cor partidária que esta em causa, mas a personagem em si. Pode ser PR mas eu não tenho nenhum respeito por ele devido ao facto de ele não ter carisma. Porque quando se vota no PR não este esta a votar num partido ou numa ideólogo mas sim na pessoa que queremos para nos representar.

Eunice disse...

A propósito do carisma que diz não reconhecer ao actual PR pensei sobre quais eram os politicos portugueses que eu, na casa dos 40, entendia como sendo carismáticos. Após muito esforço, cheguei à conclusão de que só consegui identificar três : Mário Soares, Álvaro Cunhal e Sá Carneiro. Voltei e voltei a pensar no assunto...A conclusão foi sempre a mesma. E já lá vão trinta e tal anos desde que o país passou a viver num regime democrático! Se o actual PR não tem carisma é pensa. Mas eu, pessoalmente prefiro um PR não carismático a um PR maçonico. Vá-se lá saber porquê...

Arquivo do blogue

Seguidores