Terapia política. Introspecção psicossocial. Análise simbólica.

30 novembro 2008

[715] Os povos têm os políticos que merecem...

«Nestes tempos de alguma militância anti-americana, sobretudo nas "elites" europeias, é quase irónico ver que é do outro lado do oceano que continuam, contra tudo e contra todos, a surgir políticos com algum talento e Estadismo.
E é quase deprimente ter de ouvir a Esquerda e a Direita europeias a dissertarem banalidades, enredadas numa burocracia e tecnocracia infindáveis, mescladas com corrupção q.b.
Mas será que merecemos isto?»
(Núncio, "Complexos e preconceitos", em comentário a "Uma lição de democracia", (A)Variações, 5-11-2008)

[714] Coabita comigo ou demito-te!

Fechamos também, para dar lugar a outras, a consulta sobre as coabitações de regime que tivemos em Portugal na III República. Votaram 74 leitores e estes foram os resultados, nada esclarecedores, em razão da forte dispersão:
1. Cavaco/Sócrates 28%
2. Sampaio/Durão 26%
3. Nenhuma 20%
4. Soares/Cavaco 12%
5. Eanes/Soares 10%
6. Todas 4%
Nota-se que, ressalvada a tendência (natural) para votar naquilo que está mais fresco na memória, nenhuma das quatro coabitações entusiasmou os (e)leitores e que - talvez até ao contrário de alguma opinião publicada - as duas coabitações de que Mário Soares fez parte não são especialmente apreciadas. Porque será?

[713] Portugal é mais do que futebol (24)

29 novembro 2008

[712] O futuro é incerto...

Fechando também a consulta sobre a figura portuguesa que marcará a primeira metade deste século, verificamos que não há uma escolha clara, traduzindo a dificuldade em forjar um líder, que, aliás, se constata logo pelo número mais baixo de votantes (79) e pela dispersão de votos.
Eis os resultados apurados que, como temos lembrado, não são cientificamente fiáveis, por a amostra poder não ser representativa do universo (cidadãos portugueses maiores de idade):
1. Cristiano Ronaldo 15%
2. José Mourinho 15%
3. José Sócrates 15%
4. Núncio 14%
5. Mariza 13%
6. Cavaco Silva 10%
7. Vanessa Fernandes 4%
8. D. Afonso de Bragança 3%
9. Maria do Carmo Fonseca 3%
10. Miguel Câncio Martins 3%
11. Álvaro Parente 2%
12. Michelle Brito 1%
Para além da gentileza dos leitores para com o blogger, destaque para a posição de Mariza e a expectativa que ainda existe em Cavaco Silva e José Sócrates. Dada a glorificação do futebol, não é inesperada a pontuação dos dois primeiros.

[711] O português do século XX

À beira do 368.º aniversário da restauração da independência nacional, encerramos hoje mais uma das consultas que fizemos, durante largos meses.
Confirmando a opinião que se vem consolidando no país, embora sem a vantagem de outras sondagens, Salazar foi a figura nacional do século passado, para quem se deitou no divã.
De um total de 139 votantes, foram estes os resultados apurados:
1. Salazar 22%
2. Fernando Pessoa 20%
3. Mário Soares 15%
4. Eusébio 10%
5. Rosa Mota 7%
6. Amália 6%
7. Cavaco Silva 6%
8. Afonso Costa 4%
9. D. Carlos 3%
10. Humberto Delgado 3%
11. Helena Vieira da Silva 2%
12. Salgueiro Maia 2%
Surpreendente o 2.º lugar do poeta e o prestígio de que ainda goza o futebolista. Inesperada a baixa votação do opositor de Salazar e a quase irrelevância do símbolo da Revolução.

[710] A pedra da verdade

(Maurice Caillet, médico francês, que pertenceu à Maçonaria francesa durante 15 anos, hoje convertido ao Cristianismo)
*
Quantos membros compõem a Maçonaria portuguesa? Quais se revelam enquanto tal? Que fazem? Quantos têm aderido e quantos foram-se desvinculando?

26 novembro 2008

[709] Uma mulher sem quota

«A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou no debate sobre o Orçamento de Estado no Parlamento Federal, em Berlim, que a Alemanha está perante "um trajecto difícil" devido à crise financeira, e que 2009 será "um ano de más notícias".»
(Expresso on line, 26-11-2008)
*
Enquanto por cá, no País das Maravilhas, se vendem ilusões e se ataca quem diz a verdade, nesse Estado subdesenvolvido e periférico que é a Alemanha prepara-se o futuro sem metáforas...
(Disclaimer: neste comentário utilizou-se a figura da ironia. Pede-se à comunicação social o favor de não utilizar este post para debater, logo ao serão, durante três horas, o nível de desenvolvimento alemão.)

22 novembro 2008

[707] It's not Magalhães, stupid!

2.º inquérito à qualidade de vida dos europeus
(os 27 da UE e a Noruega, Croácia, Turquia e Macedónia).
*
Para além dos sofríveis, nalguns casos preocupantes, resultados de Portugal nos vários índices de felicidade, satisfação com a vida, rendimento médio do agregado familiar, pobreza e saúde mental, acho que - em vez de desperdiçarem um serão inteiro a lucubrar nas ironias (felizes ou infelizes) de Ferreira Leite ou nos estados de alma de Manuel Alegre - as judites de sousa, fátimas campos ferreira ou manuelas moura guedes das televisões nacionais deveriam estar a debater o paupérrimo índice de confiança dos portugueses nas instituições políticas e nas pessoas em geral e os persistentes níveis de subdesenvolvimento em áreas sociais, culturais e económicas.

03 novembro 2008

[701] Late night humour: novo produto para exportação

Magalhães móvel: o veículo automóvel mais económico do mercado,
pronto a ser comercializado por Portugal para todo o mundo
(por email: cortesia do leitor Jota DT)

Arquivo do blogue

Seguidores