Terapia política. Introspecção psicossocial. Análise simbólica.

28 setembro 2009

[1024] Rescaldo: quase tão bom quanto o Pedro Magalhães

Parafraseando alguém, "estou muito satisfeito comigo mesmo".
As minhas previsões foram certeiras em toda a Esquerda e os pequenos desvios à Direita apenas não anteciparam alguma deslocação do PSD para o CDS (cerca de 3%).
Parece confirmar-se (quase) tudo o que previ:
1. PS vence com maioria relativa (36,5 %);
2. PS e BE não alcançam juntos a maioria absoluta de deputados (a menos que todos os mandatos da emigração fossem para o PS);
3. PSD e CDS têm juntos mais deputados do que o PS (basta que o PSD obtenha um mandato da emigração);
4. CDU torna-se na 5.ª força parlamentar.
Só não se confirmou o BE como 3.ª força parlamentar (por troca com o CDS) nem a estreia do MEP no Parlamento.

5 comentários:

Anónimo disse...

isso queria você ser tão bom como o Pedro Magalhães

Núncio disse...

Vc também é dos que não alcança uma ironia?
E se, em vez de me atacar, comentasse, para variar, os acertos da minha previsão?

Anónimo disse...

Sim acertou em tudo menos na derrota estrondosa do PSD 29,04 é muita derrota mesmo.

Núncio disse...

Quanto ao PSD, um erro de apenas 2,91% (quase todo transferível para o CDS, que obteve mais 2,46% do que o previsto).
Mas admito que o leitor tenha feito previsões ainda mais acertadas. Quais foram mesmo?

Anónimo disse...

Como nao sou convencido como você nao as divulgo

Arquivo do blogue

Seguidores